Capítulo I

O Bitrigode.

Constitui-se a cinco e meio porcento a colectividade.

A génese do conceito, foi fundada em dois mil e onze, por volta da décima ou décima terceira semana.

Após largos meses de pesquisa analítica, profunda refira-se, encontrou-se finalmente o espaço-tempo ideal para a realização das actividades propostas. A longa lista cegou o público, com as mais variedades de várias acções e conceito

Leia-se:

– Estudos de ateliês;

– Oficinas de métodos metodológicos;

– Gabinete de estética (desencravamento de Feng Shui, tratamento de caspa Karmica e desenvolvimento de Chacromatismos);

– Brilhante, no escuro;

– Revelações fantásticas;

– Cem por cento à prova de água;

A Bri Tri lateralidade do sistema proposto, faz antever pontos nos is, is de Bis, Tris e Godes. A terceira parte do binário está liberta de marcação, pode assim deambular entre insanidade e genialidade.

Acção que se pretende aberta, mas fechada, e que se transfigura, vira e gira com a velocidade do vento, levanta e assenta que nem uma luva na actualidade artística internacional.

Viva o Bitrigode.

Que viva arte se faça.

Que longa vida tenha.

Que viva cheia de vida, a vitalidade dos Bi Tri elementos.

Bitrigode, a estético-mismática debaixo do seu nariz.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s